Saudades Nuvens e Afagos...

Posted: abril 28, 2010 by Alessandro Pierre in Marcadores:
4

Imagem: Mulher Saudade à Janela - Kim Molinero



Saudades Nuvens e Afagos

A saudade é dor silenciosa...
É quando você está em mim
E minha alma te procura em todo o lugar

Saudade é o peito cheio de ausências
Porto inseguro com bruma densa
Com um vazio do tamanho do espaço que ocupavas


Saudade é a alma ferida de ferida aberta
Que a lembrança insiste em cutucar
Quando ferida de saudade a alma sangra em lágrimas

Saudade tem sabor amargo...
Seiva lisérgica e aroma de dissabor
Que contrasta e ressalta o gosto do amor


Saudade é desarmonia melancólica..
Som triste de um violino ou uma nota de blues
É a dolorosa música sentida e a dissonante dor cantada


Saudade deixa o céu da boca cheio de nuvens...
Nuvem prata, de beleza mórbida
Que se derrama em chuva e castiga minha janela.


Saudade é querer sentir alívio...
Pela magia do afago de sua mão
Na dor que tu mesmo provocas.


Saudade é ser solitário por fora...
É quando a alegria se foi, de braços dados com você.
Antes de ser saudade fui solidão, hoje sou solidão e saudade

4 comentários:

  1. Um belo poema sobre a saudade,que eu tanto gosto.Parabéns pelo blog,que te identifica tão bem,Pierre!

  1. Querido Alessandro, sua sensibilidade emociona e sua poesia transborda afetos, saudades, afagos... Que gostoso ter você aqui, onde a gente possa ler toda essa sensibilidade! Beijos, meu amigo.

  1. ValériaC says:

    Querido amigo e poeta...lindo seu poema...de uma sensibilidade imensa...
    Parabéns pelo blog...sempre achei que te faltava ter um, para derramar tão lindas palavras e emoções, que transborda do seu coração e da sua alma...
    Eu comecei a te seguir pela manhã com o meu outro blog(dolcealgodao) e vou seguir também com este(docefilosofia) que você está seguindo.
    Beijos amigo...
    Valéria

  1. Como eu havia dito antes..este eh o meu preferido...maravilindo!!!!!Parabens!!!!!!