Cada Querer...

Posted: maio 25, 2010 by Alessandro Pierre in
12


 Imagem: Dreaming our Dreams | © Codrin Lupei

Cada Querer...

Toda a minha vontade agora é te ter
Não como quem tem, mas como quem a possui
Com a força que se oculta no covarde
Com a insensatez do medo que se esquiva do herói
Me perco em seu labirinto sem saida
Descontinuado, desconstruido, desorientado
Bússola sem a rosa dos ventos
Ofuscado pela luz de supernova
Seus olhos  roubaram o fogo do céu 
Oráculo que desenhou meu caminho
Em um rastro feito com poeira de estrelas
Templo de sacrifícios carnais
Com a extatidão da proporção aurea
Quero me esconder em seus cantos mais obscuros
Invisível no incensário tom fumê da sua pele
Banhada pela pálida luz da lua
Que da silhueta de deusa ao seu corpo mortal
Existe um desejo preso aqui dentro
Mas só você possui a chave que me liberta
Cumpri as doze tarefas, percorri os signos
Como estrela errante me perdi na sua elipse
Estás muito distante, escondida...
Em algum lugar bem aqui no meu peito
Revolvendo desejos como monstros
Que se despertam aos sussurros
E que se acalmam ao  te sorver por inteira
Te ver ao longe, foi o materializar  da febre
Ebulição lenta, latente e constante
Cada desejo tem a sua vontade
Cada querer, sua veleidade
Cada paixão deixa a sua saudade

12 comentários:

  1. jusandres says:

    "Cada desejo tem a sua vontade
    Cada querer, sua veleidade
    Cada paixão deixa a sua saudade"

    Perfeito!!!
    Adorei...

  1. Rosa says:

    Adoro os seus poemas, tão tão..... Lindos, perfeitos, bjus querido

  1. Todo ser que no mundo sente amor estremece em cada querer, em cada sensação! Porque sorveu-lhe o aroma, sentiu-lhe o gosto na saliva, no mesmo elo, no mesmo labirinto.
    Que ode ao amor, o teu poema, Alessandro!

  1. Eu senti desde cedo que serias um verdadeiro poeta do amor.Aqui está a prova: Uma sinfonia ao Amor. Parabéns,Pierre.

  1. Ah, essas mulheres. Ressacas necessárias que vem de véspera. E ficam. Abraço!

  1. Nanda says:

    Lindo, tocante, daqueles que a gente lê e se acha em vários fragmentos. afinal que mulher naõ sonha ser a inspiração pra um poeta? todas.

    Essa parte em especial: "Toda a minha vontade agora é te ter
    Não como quem tem, mas como quem a possui" Existe uma diferença entre ter e possuir, possuir é mais do que ser dono do corpo, é habitar a alma... fazer morada dentro e fora.

    Vc sabe o que tens meu... admiração, carinho e tantos outros sentimentos!

    beijos, aqueles

  1. Muito linda a sua forma de traduzir em versos o que alma sente, o corpo deseja, a vida oferece e o destino realiza...
    Parabéns! Siga em frente!

  1. Palavras lindas, sublimes e orquestradas com maestria tamanha que não encontro aqui as adequadas pra me expressar a respeito delas. Vou, então, deixar o link de um texto que escrevi há algum tempo e do qual me lembrei enquanto te lia hoje.
    Considere uma tentativa humilde de agradecimento pelo prazer que é te ler. http://tinyurl.com/39c98vx

    Muito obrigado e meus parabéns pela literatura encantadora, e de tremenda qualidade. Já há algum tempo que acompanho o que escreves, mas faltava tempo e cabeça pra vir me manifestar e marcar presença como creio que deve ser feito.

    Enfim... Um abraço e boa noite. ;]

  1. Paulinha says:

    quando o amor se manifesta, não há razão que o explique! Nosso ser é tomado por uma ebulição de sentidos que, em pessoas como você, extravassam em belas palavras...
    parabéns, amigo poeta!
    @aminha_p

  1. Querido Alessandro! Que divinal passear entre suas palavras!! Que satisfação saber que criou seu blog, tão lindo! Valeu a pena esperar! Parece até que eu já sabia que ele seria assim: belíssimo, riquíssimo e adorável! Obrigada por partilhar conosco esse dom maravilhoso, você é um esteta da palavra! Amei!

  1. O querer é efêmero por natureza, mas ao amor a mulher amada vive até mesmo quando pelo acaso é 'não' aceito!

    Abs meu caro e obrigado por ler-te.

  1. ValériaC says:

    Tem selinho no meu cantinho pra ti...
    Beijos...